quarta-feira, 12 de julho de 2017



OLHO POR OLHO E ACABAREMOS CEGOS



“O crime não é somente uma abstrata noção jurídica, mas um fato do mundo sensível, e o criminoso não é um modelo de fábrica, mas um trecho flagrante da humanidade.” (Nelson Hungria)


“Cortem-lhe a cabeça!!!”...
O homem mais detestado pelo Procurador Geral da República e o Grupo Globo, neste momento, é o Presidente da República,
Michel Temer.

Advogado de prestígio, professor de Direito Constitucional na PUC de São Paulo, com livros publicados na área do Direito, Temer filiou-se ao PMDB e optou por seguir a carreira política. Já se vão vinte e cinco anos de atuação parlamentar, sendo respeitado e reconhecido por seus pares como ótimo articulador e mediador político. Chegou à Presidência da República por ser vice da pior Presidente que o país já teve, não por acaso acabou sofrendo o impeachment.

Hoje, ele se encontra denunciado pelo Procurador Geral por crime de corrupção. A denúncia foi recebida pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados e está para ser apreciada pelo Plenário. Tem pela frente grandes desafios, que prometem mantê-lo no purgatório até o último dia do seu mandato, que poderá ser abreviado ou finalizado em 2018, com o fim do mandato tampão.

Rodrigo Janot, não pode arrancá-lo do Palácio do Planalto, como gostaria, porque ele é o Presidente da República e a ordem jurídica não permite que se faça Justiça com as próprias mãos. Mas, a partir do momento, que o nome de Temer entrou para a lista negra do Procurador, uma caçada sem trégua teve início. Em nome da Operação Lava Jato, tão bem conduzida pela Força Tarefa do Paraná, e desvirtuando-a, Janot tudo fez faz e fará para denegrir-lhe a imagem e perseguir os homens que o cercam, recorrendo a métodos espúrios, pouco ortodoxos e obscuros para derrubá-lo do cargo.

“Cortem-lhe a cabeça!!!”, repete o Procurador insistentemente e já o condenando, atribuindo para si o superpoder de denunciar, julgar, condenar e executar.  Sim, Rodrigo Janot, na qualidade de verdugo, elevou a Procuradoria Geral da República a outro patamar, ao quarto poder do Estado. Um poder que está acima de todos os demais poderes, inclusive do Judiciário, investindo o seu titular do poder supremo de negociar com a criminalidade e cortar cabeças em rito sumário, no melhor estilo de Talião.

Só que a história não para aí.

Outra força, um quinto poder, a imprensa, o Grupo Globo, há dois meses vem obstinada e irresponsavelmente tentando derrubar o Presidente, sem se preocupar com as consequências nefastas que isso possa ter para o país.“Cortem-lhe a cabeça” é a mensagem subliminar na sua linha editorial, para nos fazer crer que os dias serão assim.

O país está ferido, tentando sobreviver aos escândalos de corrupção que proliferaram nos governos petistas e indignaram os brasileiros. Não é difícil, portanto, fomentar o ódio contra a classe política para substituir a Constituição pela Lei de Talião.

“Olho por olho” é o que pretendem semear.

Há meses os brasileiros aguardam a condenação do maior ladrão da História deste país: Luís Inácio Lula da Silva. E enquanto esperam, veem o Supremo Tribunal Federal conceder liberdade a José Dirceu e, outros tantos, serem colocados em prisão domiciliar, com o uso de tornozeleiras. Muita indulgência para aqueles que tanto roubaram.

Assim é que diante da Justiça que não vem, surge na população o desejo de justiçamento.

“Cortem-lhe a cabeça”, ouvem-se algumas vozes repetir em coro, referindo-se ao Presidente da República. Resultado do ódio fomentado e direcionado a Michel Temer pela mídia, da delação oportunista dos irmãos Batista, do espírito de vingança de Rodrigo Janot, que vai ao encontro da vontade implacável dos brasileiros de que alguém seja castigado e punido pela corrupção endêmica que está devastando o país, pela recessão, pelo elevado desemprego, pelo endividamento, pela raiva e pela perda da esperança.

“Caça e morte aos corruptos”! Linchamento público é a palavra de ordem! Instigue-se, portanto, as pessoas a ocuparem as ruas, para pressionar e forçar a renúncia do Presidente!

Ué... mas as ruas estão vazias!!! Onde estão aqueles que coloriram o país pedindo o impeachment de Dilma Rousseff???

As pessoas com maior ou menor clareza entendem que o momento é outro.

Michel Temer cometeu alguns delitos, que os petistas não perdoam: estancou privilégios, demitiu 20 mil comissionados, cortou a sangria de dinheiro público do BNDES e da Petrobras, pôs fim às verbas de jornalistas e blogs de aluguel, enxugou abusos da Lei Rouanet, propôs Reformas que afetam benefícios e mordomias da classe política, sindicatos e do Judiciário. Tudo à vista de uma estrutura corrompida e corroída pela política do toma lá, dá cá.

Diante disso e da forma como a sua cabeça está sendo oferecida, as pessoas bem ou mal, entendem que Temer está sendo vítima de uma trama de bastidor bem urdida, usando inclusive a credibilidade da Lava Jato, que conta com o apoio incondicional da população, para derrubar o Presidente da República, nivelar a todos por igual em matéria de corrupção, poupando assim o Chefe e membros da facção criminosa petista, que levaram o país ao caos.

Por outro lado, o povo na mesa do bar, no escritório, na pracinha, na reunião de condomínio, nas escolas, nas redes sociais, questiona o fato do Lula e os principais líderes do PT estarem impunes e livres após comprovadamente haverem destruído a maior empresa estatal do país, terem arrombado e saqueado os cofres públicos, se associado a empresários venais transformados em “campeões nacionais", que hoje são anistiados por todos os crimes, e escoado dinheiro do BNDES para fortalecer ditaduras sanguinárias da América Latina e África.

Os brasileiros nesse impasse do “olho por olho”, “dente por dente”, questionam o que acontecerá ao país após a possível queda de Michel Temer?; Quem irá sucedê-lo?;  Quem serão os beneficiados?

As mentes binárias (sim/não; fora/fica) podem resistir a compreender, mas as mentes pensantes entendem que um país não é um tubo de ensaio, onde a fórmula não deu certo, joga-se fora. Um país necessita de estabilidade, de investimentos, de empresários, empregos, economia em crescimento. Não pode ficar à mercê de vendetas e humores de alguns, na incerteza de quem será o Presidente amanhã.

Michel Temer sempre poderá responder por seus crimes, se forem provados. Mas, agora deve permanecer no cargo. Até mesmo porque não há nada substancial ou contundente contra o Presidente, a maior autoridade do país. O que há são fatos narrados em uma delação obscura e nebulosa, acompanhada de áudios ilícitos, clandestinos, com falas induzidas pelo interlocutor e com várias interrupções.

Muito pouco para empurrar o país ladeira abaixo, ainda mais, sabendo-se que o seu sucessor será Rodrigo Maia, e as articulações apontam que o vice será Aldo Rebelo e, em seu lugar, Leonardo Picciani assumiria a Presidência da Câmara dos Deputados. Que maravilha!!!

Diante desse quadro, as consequências não poderiam ser mais nefastas: fortalece-se o discurso do “golpe”; Lula cresce e, se condenado pagará de vítima e perseguido político; a esquerdalha voltará a ocupar espaços, assumindo cargos na administração, como já vem barganhando com Rodrigo Maia.

O país caminhará rapidamente para uma venezuelização e aqueles que deveriam responder por seus crimes, sairão ilesos e reconduzidos ao poder. A invasão do Plenário do Senado, ontem (11/07), para obstrução de pauta pela bancada da marmita, ilustra o descaso dessa gente com as Instituições, a Democracia e o país.

Não há santos na política, isso todos sabem. Mas, é cada vez maior o entendimento de que enriquecimento ilícito é muito diferente a pertencer a uma quadrilha criminosa para perpetuar-se no poder. É preciso que se faça essa distinção.

A “caça aos políticos”, a Justiça do “olho por olho” para justificar e derrubar Michel Temer da Presidência, poderá deixar a todos cegos... É chegada a hora de desfolhar os olhos nesse escuro véu...





Ai, Coração alado
Desfolharei meus olhos
Nesse escuro véu...

Shadow/Mariasun Montañés



Licença Creative CommonsOLHO POR OLHO E ACABAREMOS CEGOS de MARIASUN MONTAÑÉS está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...